Saturday, 2 February 2008

Afinal parece que ainda havia mais umas no fundo da arca congeladora...

>/ligar modo [sério]
>erro435: "modo [sério] indisponível
>/ligar modo [seriozinho]
>modo [seriozinho] ligado. aviso: duração limitada.

freezerDepois de falar com o krug e vendo o interesse manifestado por outros, decidi manter este blog. Por vezes vai andar fraquinho mas isso também faz parte da ordem natural das coisas: por cada noite de copos há sempre uma manhã de ressaca que nem o Desembueda® (aka: Gurosan) resolve. Aliás há quem defenda que isso se cura é com a pele do mesmo animal.

Algumas pessoas podem pensar que este blog é só, ou sobretudo, sobre cerveja e em particular sobre a mini da Sagres. Não é verdade e quero esclarecer isso. Este espaço é como uma tasca virtual onde os amigos se juntam e bebem umas mines, comem uns tremoços e falam de TUDO o que lhes apetece. De vez em quando metemos conversa com alguém que passa, como o Visconde (bem-vindo), e fazemos novos amigos. A mine é um pano de fundo, uma decoração da tasca.

Isto leva-me a esclarecer outra questão que é a nossa tara quase fundamentalista das mines e a conversa algo macho-latinesca. Não é para levar inteiramente a sério. É exagerada porque é divertido ser exagerada. É divertido gozar com a Super-Bock embora seja uma excelente cerveja qd comparada com quase todas as outras no mundo (já provei bastantes). Simplesmente a Sagres é melhor de acordo com o nosso gosto mas, se não tivermos escolha, bebemos SB na boa. Claro que estou a falar da SB tradicional e não das porcarias tipo SB sem álcool com sabor a pêssego. E quem gostar mais de SB tb é bem-vindo aqui, embora tenha de estar preparado para algumas bocas. Quanto à suposta defesa da masculinidade, mais uma vez isto é uma conversa com um fundo de verdade mas q tb é bastante exagerada, uma caricatura que goza quer com o macho latino, quer com o metrosexual emasculinizado. Ninguém é mais homem por beber cerveja. Tenho a sensação que hoje em dia os homens quase têm de pedir desculpa por serem homens. Querem que passemos a mijar sentados (muitas mulheres fazem pressão), que rapemos os pêlos por todo o lado, que tenhamos mãos suaves como meninas quando tal é incompatível com todos os trabalhos ou desportos físicos (experimentem escalar com mãos de menina que vão ver...). Aqui há uns tempos vi um gajo que me meteu dó: tinha uns calções de banho de padrão tipo mala de senhora a condizer... com a mala da sua senhora!! Pobre gajo tinha sido reduzido a acessório de senhora. Homens são homens e mulheres são mulheres e as suas diferenças devem ser respeitadas por ambas as partes.

Cumprimentos

>modo [seriozinho] terminado, regressando ao modo padrão [parvalheira]

3 comments:

Fuzhong! said...

ainda bem que se mudou o barril de cerveja a este blog.Provavelmente, vamos ter de fazer o mesmo de tempos a tempos.

Agora, esse tom politicamente correcto é que foi desnecessário. Estiveste a beber daquelas cervejas rotas com sabor a pêssego?

kuyzat (aka: rui cabanita) said...

Por falar em pêlos no peito... sabem porque é que os gregos usam fios de ouro ao pescoço?...






...para saber onde parar de fazer a barba!

Krugul said...

haha boa fuzhong..

enfim..está tudo dito, é isso mesmo. Agora já podemos voltar ao modo da parvoíce que é muito mais divertido..

Saudações Cervejeiras